Brilhar como um vagalume para vencer o medo da noite.

POEMA: EU PRECISO BRILHAR COMO UM VAGA-LUME.

 

Parte 1 Vaga-lume.

Preciso brilhar como um vaga-lume,

Para vencer os mistérios da noite.

Se eu vencer os mistérios da noite,

Vencerei os mistérios do dia.

Preciso brilhar como um vaga-lume,

Que voa na noite com tal costume.

 

De tanto viver com a luz apagada,

Por causa do medo,

Surgiu uma luz, assim do nada.

Luz que vem de um simples vaga-lume.

 

Preciso brilhar como um vaga-lume,

Para enfrentar os terrores.

São tantos os terrores da noite.

Também são os da luz do dia.

 

Mas como vou brilhar?

Olhando para o vaga-lume.

Este tem a luz,

Mas não tem perfume.

Eu, é claro, não tenho luz,

Mas tenho meu perfume.

 

Preciso exalar meu perfume.

Toda pessoa tem seu perfume.

Para descobrir o cheiro que tem,

Saia na noite como pirilampo.

Verá que de bom alguma coisa tem.

 

Somente não quero exalar o medo.

Aquele que vem das raízes da noite.

Plantas que emitem terrores.

São muitos os terrores da noite.

Por isso preciso brilhar como um vaga-lume.

 

Terrores que têm asas e olhos.

Mas de um quero ter medo.

De não brilhar como um vaga-lume.

Parte 2 Medo da noite.

Mesmo na noite que possa vir me entristecer,

Eu preciso brilhar como um pirilampo,

Que voa na noite com tal costume.

 

Mas jamais me esconder,

Por causa dos terrores da noite.

E para não me esconder,

Apenas brilhando como um vaga-lume.

 

Igual àquele que se esbarrou em meu pescoço,

Naquele dia de intensa tristeza de um medo sem nome.

O bichinho me fez lembrar que preciso brilhar,

Para suportar a noite de qualquer lugar.

 

Brasília, DF, em 26 de outubro de 2018.

Preciso brilhar como um vaga-lume. Poema de Bomani Flávio.

Clique aqui para curtir a página no facebook

Clique aqui para curtir a página no instagram

https://literaturapoesia.com/2018/11/09/guerras-paz-coracao/
https://literaturapoesia.com/2018/11/03/diluvio/
https://literaturapoesia.com/2018/08/28/poema-sobre-amigos/
https://literaturapoesia.com/2018/10/16/a-intolerancia-ofende-a-imagem-do-criador/
https://literaturapoesia.com/2018/10/11/poesia-sobre-a-patria/
https://literaturapoesia.com/2018/09/14/lobisomem-cataclismo/
https://literaturapoesia.com/2018/09/07/segredo-das-coisas/
https://literaturapoesia.com/2017/10/03/oceano/

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: