Como escapar da zona escura do big bang?

 POEMA: COMO ESCAPAR DAh ZONA ESCURA DO BIG BANG?

Parte 1 Big bang.

Como escapar da zona escura do big bang,

Onde fui aprisionado sem me perguntar?

Jaula que poderia ter outro nome,

Menos zona escura do big bang.

Não há prisão pior no mundo,

Como a zona escura do big bang.

Esta prisão não tem endereço fixo.

Não tem soldado para prender.

Não tem carcereiro para vigiar.

Prisão igual a esta no mundo não há.

Embora não tenha sequer segurança,

Desta prisão não consigo escapar.

Quem sabe esta tenha sido a origem do big bang.

Tudo estava preso em algum lugar.

E de repente explodiu e explodiu,

Para a vida começar.

Pois antes tudo era escuro.

Veio o big bang,

Que tudo explodiu.

Tudo aconteceu.

Tudo virou luz,

Que gerou vida.

Gerou você e eu.

Mas inexplicavelmente preservou a escuridão.

Zona escura da qual não consigo escapar.

Rota que ninguém deve entrar

E de onde não se consegue escapar.

Às vezes tento fugir.

Mas descubro que estou pesado.

Então não consigo caminhar.

Preste atenção, não venha para cá.

Vim porque era o paraíso.

Todas as lascívias,

Todos os desejos.

Tudo eu podia realizar.

Mas na hora de voltar,

A porta se fechou.

Por que se fechou?

Porque eu estava pesado.

Tão pesado que mal conseguia andar.

Dentro da zona escura do big bang,

O ser cede as vontades facilmente.

O prudente vira imprudente.

De cima da montanha os reinos se mostram,

De tal forma que qualquer um se rende.

Preciso sair da zona escura do big bang.

E tem que ser antes da lua verde.

Lua que ocorre quando a vontade se renova.

Parte 2 Big bang.

Mas como escapar da zona escura do big bang?

Estou mais pesado do que um navio,

Encalhado dentro de um caís redondo,

Feito justamente para não sair.

Desse jeito, jamais vou escapar.

Embora a prisão não tenha segurança,

Infelizmente daqui não consigo fugir.

Os grilhões de aço me impedem de caminhar.

Meus próprios deleites criaram os grilhões.

Era pessoa pacata e tranquila.

Os desejos me aprisionaram neste lugar.

Mas resta-me a esperança de outras fugas.

Se conseguiram fugir de Papilon, Alcatraz ou Sagmalicar,

Então um dia conseguirei escapar.

Mas talvez seja melhor encontrar o verbo.

Dizer haja luz e com autoridade.

Quem sabe assim tudo possa explodir,

Para a vida eu recomeçar.

É loucura, pois, muita  loucura,

Está preso na zona escura do big bang.

Ninguém vai acreditar nesta prisão maluca,

Que nem eu mesmo sei onde fica este lugar.

Brasília, 22 de novembro de 2018.

Como escapar da zona escura do big bang?. Poema de Bomani Flávio.

Clique aqui para curtir a página no facebook

Clique aqui para curtir a página no instagram

https://literaturapoesia.com/2018/08/28/poema-sobre-amigos/embed/#?secret=Ge5a51PI0y
https://literaturapoesia.com/2018/10/16/a-intolerancia-ofende-a-imagem-do-criador/embed/#?secret=CI4VrX941q
https://literaturapoesia.com/2018/10/11/poesia-sobre-a-patria/
https://literaturapoesia.com/2018/09/14/lobisomem-cataclismo/
https://literaturapoesia.com/2018/09/07/segredo-das-coisas/
https://literaturapoesia.com/2017/10/03/oceano/

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: