Bichinho de goiaba.

 Poema: BICHINHO DE GOIABA.

Parte 1 Bichinho de goiaba.

 

Se o bichinho de goiaba aparecer no fruto, não tenha nojo.

Talvez seja para assustar você.

A goiabeira, plantada no quintal,

Precisa alimentar os bichos,

Que chegam de todas as partes do céu.

Bichinho de goiaba
Imagem: Pixabay

 

Se o bichinho de goiaba aparecer no fruto, não tenha nojo.

Se alastrar e contaminar os outros frutos, não lastime.

Caso tenha a coragem de comer o fruto,

Não devolva o alimento para fora da barriga.

Lembre-se que o suco gástrico destruirá o bichinho,

Tão rapidamente,

Que não vai fazer mal a você.

 

Parte 2 Não praguejar o bichinho de goiaba.

 

Se o bichinho de goiaba aparecer no fruto, não tenha nojo.

Não pragueje a goiabeira que está no quintal,

Bichinho de goiaba

 

Nem outra no lugar em que esteja passando.

O cheiro e a cor do fruto vão longe,

Para os ávidos olhos do reino animal.

 

Parte 3 Finalidade da árvore frutífera.

 

Se o bichinho de goiaba aparecer no fruto, não tenha nojo.

Se olhar atentamente para o quintal,

O sorriso abrirá em seu rosto porque a árvore embeleza o ambiente.

Tão frondosa que servirá sobremaneira para um balanço de criança.

Até mesmo para os filhos escalarem.

Primeiro passo para futuros alpinistas.

Potenciais atletas de olimpíadas.

 

Benefício enorme será ouvir as aves do céu sob a frondosa árvore.

Cada som com indicativo de saciação pela comida encontrada,

Porque encontrou incrível paisagem no meio de tanta paisagem urbana,

Castigada pela escassez de comida.

Sinal de que seu quintal é muito bem visto pela comunidade aérea.

 

Parte 4 A importância do compartilhamento da árvore frutífera.

 

Se achar que seja o único proprietário da goiabeira,

Para arrancá-la do quintal,

Porque não dar bons frutos,

Perderá a oportunidade do compartilhamento.

 

O quintal funciona como uma praça para os bichos do céu.

A praça é do povo, cantou Castro Alves.

A praça é também dos animais.

Os parentes e amigos vão agradecer a você,

Por transformar seu quintal em zoológico temporário.

 

Compartilhamento vai além das redes sociais e de simples cliques.

Envolve a interação entre o mundo virtual e o mundo real.

O primeiro não existe sem o segundo.

Para as aves do céu, a goiabeira com goiaba é um diamante,

Que reluz, na extensa paisagem urbana, mais do que a peça no pescoço de uma mulher.

Não tenha nojo do bichinho de goiaba.

 

Brasília, DF, Brasil, 12 de fevereiro de 2018.

 

©Bichinho de goiaba. Poema de ‎Bomani Flávio.

—***—-

Clique aqui para curtir a página no facebook
Clique aqui para curtir a página no instagram

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: