Teoria da incerteza.

POEMA: TEORIA DA INCERTEZA.

Parte 1 A incerteza.

 

No caminho imprevisível que surge à frente,

Você poderá estar muito carente.

Tão frágil quanto o ovo nas mãos,

Tão inseguro quanto a barata,

Ameaçada por mãos e pés.

Na teoria da incerteza,

Qual caminho a seguir?

teoria da incerteza
Imagem: Pixabay

 

Quando se está abatido na incerteza,

Diversas opções podem surgir.

No desespero, a pior pode afligir.

 

Na tristeza sem fim,

Qual caminho a seguir?

Talvez tenha andado bastante.

Talvez mal tenha começado.

Se o caminho for claro,

A certeza virá como a chave para abrir a porta.

 

Se o caminho for escuro,

Em que a luz se enfraquece,

Em cada passo que se avance,

A incerteza será a bússola,

Que não terá em mãos.

 

Na noite escura,

Além não se consegue ver.

Se tudo requer um rumo,

Qual rumo a seguir?

 

Parte 2 A incerteza.

 

Quando houver um só rumo,

A decisão parecerá una.

Mas pode haver vários rumos,

Várias avenidas,

Ruas escondidas,

De dar medo,

Para chegar ao juízo de valor.

Pode ser fatal.

Mas talvez haja uma chance.

 

Tem gente que só tem uma chance.

Há outros que tem duas chances.

Muitas outras várias chances.

Na teoria da incerteza,

As chances não são iguais.

Não terá do que reclamar.

Talvez lamentará pelo choro.

 

E reclamar é o que mais se faz.

A começar por uma segunda chance.

Sempre vai se pedir por uma nova chance.

 

No caminho imprevisível que surge à frente,

Dúvidas podem surgir.

Por que não ter uma nova chance?

Por que não recomeçar para voltar atrás?

A incerteza não é lugar seguro.

Ali não se tem plena confiança onde pisa.

 

Qual rumo a seguir?

No caminho inseguro que se avista,

Talvez consiga esperança.

Levante o peito com elegância.

Respire e ande.

Avance sobre as águas da fragilidade,

Que você mesmo plantou.

 

Mas é bom saber que,

Na teoria da incerteza,

Pode haver mais dor do que certeza.

Lágrimas podem surgir da falta de uma segunda chance.

Ninguém sabe o que poderá acontecer.

Infelizmente, a teoria da incerteza se impõe sobre a breve vida,

Nesta vida tão incerta.

Mais incerta que a certeza.

 

Teoria da incerteza. Poema de ‎Bomani Flávio.

 

Brasília, DF, Brasil, em 29 de abril de 2018.

 

Clique aqui para curtir a página no facebook
Clique aqui para curtir a página no instagram

 

https://literaturapoesia.com/2017/10/03/estiagem-de-chuva-no-quintal/?preview_id=257&preview_nonce=57e9043191&post_format=standard&_thumbnail_id=11748&preview=true
https://literaturapoesia.com/2017/10/03/oceano/
https://literaturapoesia.com/2018/03/04/profeta/

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: