Estou surtando para dentro de um quadro.

POEMA: ESTOU SURTANDO PARA DENTRO DE UM QUADRO.

Parte 1 Estou surtando.

 

Ao invés de surfar na alegria,

Estou surtando.

Corpo suando.

Coração desadando.

Mas sexta-feira não é dia para surtar.

Dia de ir para a zoeira.

Estou surtando rapidamente.

Estou sendo, na verdade, sugado severamente.

Sugado para dentro de um quadro.

Bicho funesto e inodoro.

Então não posso dizer que estou bem, obrigado.

Imagem: Pixabay

 

Estou surtando.

O corpo tremendo,

Coração palpitando,

Discernimento reduzido a zero.

Acho que estou sendo tragado para dentro de um quadro,

Que está no museu.

 

Muito castigo alguém virar um quadro.

Talvez Van Gogh tenha virado quadro e ninguém saiba.

Não quero ser um quadro,

Que não sai, não come.

Pode valer milhões,

Mas não come e não peida.

Não quero ficar exposto na parede,

Se o castigo é ir para debaixo do chão.

 

 

Brasília, 10 de maio de 2019.

 

Estou surtando para dentro de um quadro. Poema de Bomani Flávio.

 

Clique aqui para curtir a página no facebook

Clique aqui para curtir a página no instagram

 

 

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: