Uma capa para preservar o equilíbrio.

   POEMA: UMA CAPA PARA PRESERVAR O EQUILÍBRIO.

Parte Equilíbrio.

 

Quando eu terminava o texto do poema, curiosamente
li a seguinte notícia em imprensa eletrônica no dia
10/09/2019:
“Morre iraniana [Sahar Khodayariu] incendiou o próprio corpo após
ser processada  por tentar entrar em estádio de futebol” (*)

 

Capa para preservar o equilíbrio.

Presa fácil dos medos

E de outros perigos.

Preciso de uma capa,

Com urgência,

Para preservar meu equilíbrio.

Equilíbrio
Imagem: Pixabay

 

Mas como conseguirei o almejado bem-estar,

Se no lugar onde moro, trabalho ou passeio,

Tudo transpira perigo?

 

Caso o sistema seja muito arredio,

O ser precisará de uma capa,

Contra as turbulências do destino.

Turbulências geradas pelo sistema,

Dona, infelizmente, do destino.

 

Turbulências que mataram Sahar Khodayari,(*)

Iraniana do destino.

Vítima do sistema,

Manipuladora do destino.

 

Antes que surja novamente uma nova Sahar Khodayari,

Que se vestiu de homem para assistir a um jogo,

Melhor não se vestir escondido.

Camuflar pode ser uma artimanha do destino.

Dominado por um sistema opressor das pernas,

Dos olhos ou das mãos,

Que está se lixando para o equilíbrio.

 

Por isso que é necessário uma preciosa capa,

Para preservar o equilíbrio.

Bem-estar psíquico,

Para unir o ser por dentro.

Ser que aja de acordo com as turbulências do destino.

Estratégias certas.

Nunca precipitadamente,

Para não perder o tino. 

 

Parte Equilíbrio.

 

Mas nunca será tarde para ter uma capa,

Para preservar o ser,

Contra as turbulências do destino,

Manipulado pelo sistema.

 

Se o ser não agir friamente contra o sistema,

Manipuladora do destino,

Desprotegerá o bem-estar psíquico.

Patrimônio contra todo o sistema arredio,

Que expõe o ser ao perigo.

 

Brasília, DF, em 10 de setembro de 2019.

 

Uma capa para preservar o equilíbrio. Poema de Bomani Flávio.

 

(*) Sahar Khodayariu era uma mulher iraniana que foi disfarçada como homem assistir a um jogo de futebol em seu país. Mas foi descoberta de forma que respondeu a um processo. Resolveu tirar a própria vida, queimando-se, quando percebeu, sem atentar para a veracidade da informação, que seria condenada a ficar um bom tempo na prisão. Informação disponível em: https://oglobo.globo.com/mundo/morre-iraniana-que-incendiou-proprio-corpo-apos-ser-processada-por-tentar-entrar-em-estadio-de-futebol-23938298 – Acesso em: 09/09/2019.

Clique aqui para curtir a página no facebook

Clique aqui para curtir a página no instagram

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: