Terra da fantasia dentro da minha mão.

POEMA: TERRA DA FANTASIA DENTRO DA MINHA MÃO.

Parte Terra da fantasia.

 

Tenho vivido na terra da fantasia,

Que se fechou como verdadeira ditadura

Dentro de minha mão.

Quando a mão se fecha para algo

Certamente porque não quer abrir mão

Do que está escondido

Entre os dedos da mão.

proibido
Imagem: Pixabay

 

Mas minha mão se fechou

Como verdadeira ditadura

Porque a coisa fechou minha mão.

 

Coisa que chegou de mansinho

Perto da minha mão.

A novidade foi crescendo

Até deixar de virar um grão.

 

Isto porque a coisa se alimenta do grão.

Quando se nota,

A mão se fechou.

 

Então, como eu deixei a coisa

Tomar conta da minha mão?

Bichinho tão desprezível

Que não se nota em primeira mão.

 

E mais uma vez o universo fala

Para eu abrir mão do proibido

Que está dentro da minha mão.

Caso contrário, minha outra mão poderá também ser fechada

De forma irreversível como a outra mão.

Se felicidade faz bem, por que tem que se abrir mão?

 

 

Brasília, DF, em 18 de novembro de 2019.

 

 

Terra da fantasia dentro da minha mão. Poema de Bomani Flávio.

 

 

 

Clique aqui para curtir a página no facebook

Clique aqui para curtir a página no instagram

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: